Adoçante de cereais pode ganhar espaço com o fim das quotas de açúcar da UE

Rabobank disse que a produção do xarope na UE poderia saltar para 1 milhão ou 2 milhões de toneladas por ano

Fonte: DiabeteNet
Publicação: jornalcana.com.br
Por: Patricia Barci – 19/08/201Adoçante de cereais pode ganhar espaço com o fim das quotas de açúcar da UE

Adoçante à base de cereais, ou xarope de milho de alta frutose, podem ganhar espaço em países europeus mais pobres em produção de açúcar na Europa Oriental, após o fim das quotas de açúcar da União Europeia em 2017, de acordo com a Reuter

Conheca Viva Zero

A produção está agora sujeita a uma quota de produção de cerca de 700.000 toneladas por ano, ou cerca de 4% do mercado de adoçantes da UE. A maior parte da produção vem de países orientais como Hungria, Romênia e Bulgária.

O Rabobank disse que a produção do xarope na UE poderia saltar para 1 milhão ou 2 milhões de toneladas por ano, dependendo dos preços do açúcar, do mercado de bebidas e política dos fabricantes de alimentos, que optem em utilizar um adoçante alternativo

A questão é quanta demanda haverá de adoçantes à base de cereais, após o fim das quotas. Nos Estados Unidos, México e China, este adoçante pega a quota de mercado de açúcar para uso em bebidas.

O site Diabete.Com.Br avisa: As informações contidas neste site não se destinam ou implica a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Todo o conteúdo, incluindo texto, gráficos, imagens e informações, contidos ou disponíveis através deste site são apenas para fins informativos gerais. As opiniões expressas aqui são as opiniões de escritores, colaboradores e comentaristas, e não são necessariamente aqueles de Diabete. Com.Br. Nunca desconsidere o conselho médico profissional ou demorem a procurar tratamento médico por causa de algo que tenha lido ou acessado através deste site.