Após fechar emergência a Santa Casa de SP também cancela exames de pacientes

A Santa Casa atende gratuitamente cerca de 10 mil pessoas por dia.

Fonte: UOL, em São Paulo
Por: Camila Neuman
 UOL, em São Paulo
23/07/201409h55
Após fechar emergência a Santa Casa de SP também cancela exames de pacientesSanta Casa de São Paulo interrompe atendimentos de urgência por falta de recursos

23.jul.2014 – Mulher com pressão alta procura atendimento no pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, na área central da capital paulista, na madrugada desta quarta-feira (23). Ela conseguiu ser atendida, apesar de a unidade de saúde ter suspendido os atendimentos de urgência e emergência por causa da falta de recursos para a compra de materiais e medicamentos Avener Prado/Folhapress

Conheca Viva Zero

Exames agendados também estão sendo cancelados nesta quarta-feira (23) na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, na região da Santa Cecília, no centro da capital paulista. Na noite desta terça feira (23), a diretoria do hospital –que é privado, mas conta com ajuda do SUS (Sistema Único de Saúde) e do governo do Estado – anunciou o fechamento do pronto socorro do maior hospital filantrópico da América Latina por falta de material e medicamento para atendimento de urgência.

Pacientes desavisados, porém, formam fila na entrada principal do hospital, com guias de exames nas mãos. Eles são impedidos de entrar por funcionários da administração. Segundo um desses profissionais, que não quis se identificar, só é permitida a entrada de pacientes com consultas agendadas. Apenas alguns exames são feitos de acordo com a complexidade.

O site Diabete.Com.Br avisa: As informações contidas neste site não se destinam ou implica a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Todo o conteúdo, incluindo texto, gráficos, imagens e informações, contidos ou disponíveis através deste site são apenas para fins informativos gerais. As opiniões expressas aqui são as opiniões de escritores, colaboradores e comentaristas, e não são necessariamente aqueles de Diabete. Com.Br. Nunca desconsidere o conselho médico profissional ou demorem a procurar tratamento médico por causa de algo que tenha lido ou acessado através deste site.