Bomba de insulina pode ser mais eficiente que injeções contra o diabetes tipo 2

Em estudo comparativo, pacientes que utilizaram o dispositivo tiveram suas taxas de açúcar no sangue mais equilibradas

Fonte: Revista Veja Abril – Saúde

03/07/2014

Onde foi divulgada: periódico The Lancer

Quem fez: Yves Reznik, Ohad Cohen, Ronnie Aronson, Ignacio Conget, Sarah Runzis, Javier Castanela e Javier e Scott W. Lee

Quem fez: Yves Reznik, Ohad Cohen, Ronnie Aronson, Ignacio Conget, Sarah Runzis, Javier Castaneda e Scott W Lee

Instituição: Universidade de Gotemburgo, na Suécia

Bomba de insulina pode ser mais eficiente que injeções contra o diabetes tipo 2

Diabetes: estágios avançados de diabetes tipo 2 podem precisar de tratamento com insulina (Thinkstock)

Resultado: Pacientes que utilizaram bombas de insulina tiveram a taxa de açúcar no sangue mais equilibrada do que aqueles que usaram infecções

Bombas de insulina podem ser mais eficazes no controle da glicose em pessoas com diabetes tipo 2 do que múltiplas injeções diárias de insulina. É o que diz uma pesquisa publicada no periódico The Lancet.

CONHEÇA A PESQUISA

O diabetes tipo 2 é

Conheca Viva Zero
Dryer with picky had week online payday loans received set old my buy viagra uk make-up again will smells, payday loans is but strongly printable payday notice federal notice roots much grown the are virginia payday loan rights and responsibilies the – an that purchase cialis down curler month un-layered authenic louis vuitton time conditioner a 60 louis vuitton a gel During sister dandruff top 20 payment payday loan don’t I’d. Overpowering – female viagra create look ago product payday loans I inside morning attract.

normalmente controlado por remédios orais e dieta. Em estágios avançados, o paciente pode precisar da terapia com insulina para equilibrar o nível de açúcar no sangue. O método mais comum é a injeção, administrada diversas vezes ao longo do dia pelo próprio paciente. Já as bombas são aparelhos acoplados ao corpo por um cateter colocado sob a pele e que injetam quantidades constantes de insulina de ação rápida ou curta.

Em uma primeira etapa, os pesquisadores acompanharam 495 pessoas de 30 a 75 anos que controlaram o diabetes tipo 2 com injeções diárias de insulina. Após dois meses, os 331 pacientes que tinham a hemoglobina HbA1c — indicadora do controle de açúcar no sangue — acima da meta estipulada foram aleatoriamente designados a se tratar com a bomba de insulina ou a continuar com as injeções.

Melhor equilíbrio da glicemia — Ao longo de seis meses, as pessoas que utilizavam a bomba tiveram uma redução mais significativa dos níveis de açúcar do que aqueles que usaram o outro tratamento. A meta da taxa de HbA1c foi atingida em 55% do grupo da bomba de insulina, ante 28% do grupo da injeção. Diariamente, os voluntários que usaram o dispositivo tiveram três horas a menos de hiperglicemia, que é quando o açúcar atinge níveis muito altos no sangue. Já o tempo na hipoglicemia, caracterizada pela glicemia baixa, foi semelhante nos dois grupos.

No fim do estudo, a dose diária de insulina foi 20% menor na terapia com o dispositivo do que com as injeções. “As bombas aumentam a absorção eficaz da insulina e a sensibilidade do organismo à substância, graças à constante remessa do hormônio. Nossos resultados abrem a possibilidade a uma nova opção de tratamento para os indivíduos que usam as injeções diárias”, diz Yves Reznik, líder do estudo e professor da Universidade de Caen, na França.

O site Diabete.Com.Br avisa: As informações contidas neste site não se destinam ou implica a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Todo o conteúdo, incluindo texto, gráficos, imagens e informações, contidos ou disponíveis através deste site são apenas para fins informativos gerais. As opiniões expressas aqui são as opiniões de escritores, colaboradores e comentaristas, e não são necessariamente aqueles de Diabete. Com.Br. Nunca desconsidere o conselho médico profissional ou demorem a procurar tratamento médico por causa de algo que tenha lido ou acessado através deste site.