Dez dicas para os pés

Se você tem diabetes, seu pé necessita de cuidados delicados e carinhosos…

Para as pessoas que não protegem seus pés, o preço é caro: a cada ano por volta de 54.000 pessoas com diabetes sofrem amputações. Todavia, a maioria destas amputações resultam de danos pequenos que não foram tratados e se transformaram em úlceras. O que significa que as amputações poderiam ser evitadas.

Aqui estão algumas dicas para proteger seus pés:

1. Lave seus pés diariamente

Lave-os suavemente, mas lave-os de verdade. A água que cai do seu corpo enquanto está embaixo do chuveiro não pode ser considerada. Depois de lavá-los bem, enxugue-os gentilmente com uma toalha limpa, macia e absorvente. Não coloque loção entre os dedos. Converse com seu médico endocrinologista a respeito de quaisquer talcos ou outros produtos que esteja pensando em usar em seus pés, antes de usá-los.

2. Cheque seus pés diariamente

Cheque em cima, embaixo, os lados, e entre os dedos de cada pé. Se você tiver dificuldades para enxergar embaixo de seus pés, use um espelho. Se perceber algumas manchas vermelhas, feridas, machucados, erupções cutâneas, ou danos, telefone para seu médico imediatamente, mesmo que os danos pareçam pequenos. Não tente remover calos sozinho(a).

3. Faça exames regulares de sues pés quando for ao médico.

A Associação Americana de Diabetes – ADA – recomenda que toda pessoa com diabetes faça ao menos uma vez ao ano um exame nos pés, para identificar qualquer problema que possa desenvolver uma úlcera nos mesmos. O exame poderia incluir um teste para verificar presença de dano no nervo; uma análise da estrutura, mecânica e circulação do pé; e uma avaliação da integridade e saúde da pele.

4. Controle seu açúcar no sangue.

Alta taxa de açúcar no sangue pode causar neuropatia nos pés. Este dano ao nervo pode dificultar a sensação de desconforto ou dor quando seus pés estiverem com algum dano. Se você tem algum dano e não percebe, o mesmo pode se transformar em uma infecção, depois em uma úlcera, o que pode levar a uma amputação. Diversos estudos, incluindo Testes das Complicações e Controle da Diabetes, indicam que um bom controle do açúcar no sangue pode reduzir o risco e o progresso da neuropatia diabética em 40 a 60%.

Conheca Viva Zero

5. Compre sapatos com muito cuidado.

Seus sapatos devem ser suficientemente longos, largos, e fundos para cobrir seus pés sem friccioná-los ou apertá-los. Eles devem ser confortáveis do momento que você os vestir e não necessitar tirá-los no “meio do caminho”. Compre sapatos no fim do dia, quando seus pés estão menos inchados, e use as mesmas meias que você planeja usar com os sapatos. Meias volumosas necessitam de sapatos maiores.

6. Peça ao seu médico uma prescrição para o calçado.

Diversas condições precisam de uma prescrição de seu médico: deformidades dos pés, um histórico de úlcera nos pés, amputação anterior, doença vascular severa nos pés, danos nos nervos com calosidades, e pés insensíveis.

7. Antes de vestir seus sapatos verifique dentro dos mesmos.

Alguma coisa pode ter caído ou “rastejado” para dentro deles quando você não estava olhando. Verifique sempre dentro dos sapatos se não há pedaços perdidos direto da fábrica ou couro que pode friccionar seu pé. Descarte sapatos que mostram sinais de desgaste.

8. Use meias limpas.

Troque suas meias diariamente tenha certeza que sejam macias e que não dobram quando as coloca. Algumas pessoas com diabetes preferem meias sem costura, mas meias lisas, discretas, e costuras suaves que são boas também. Evite meias com costuras grandes.

9. Tenha cuidado com os elementos.

Se você participa de esportes em temperaturas extremas, converse com seu médico maneiras de manter seus pés aquecidos no inverno e frio e seco no verão. Converse com seu médico antes de usar aquecimento para os dedos para esportes ao ar livre. Embora você não queira ter uma ulceração, aquecedor de dedos, se usados inadequadamente podem causar queimaduras, e se você não consegue sentir o dano, o prejuízo será severo. Não use mantas elétricas ou objetos quentes ou frios sobre seus pés sem antes conversar com seu médico.

10.Nunca ande descalço.

Nem mesmo na praia ou piscina. Nem mesmo na água. Use sandálias na praia, e sapatos de natação na água.

Fonte: Terri Kordella – Editor Associado do Diabetes Forecast.