Mulher pode ter mais dificuldades de controlar a diabetes do que o homem

Isso acontece por causa da flutuação hormonal devivo ao ciclo menstrual.
Médicos recomendam dieta saudável como prevenção e controle da doença.

Fonte: G1, Bem Estar – em São Paulo

As flutuações hormonais das mulheres durante o ciclo menstrual podem dificultar o controle Mulher pode ter mais dificuldades de controlar a diabetes do que o homemda diabetes e, por isso, elas podem estar mais expostas aos riscos da doença e podem ter até 50% mais lesões nos rins e olhos, além de problemas nos nervos e risco de infarto.

No entanto, segundo o endocrinologista Alfredo Halpern no Bem Estar , hoje em dia há tratamentos que podem diminuir as chances da diabetes evoluir para essas complicações.

A doença atinge milhões de brasileiros em todo o mundo e tem grande relação com o ganho de peso e a obesidade, por isso, ter uma dieta equilibrada e sem exageros pode ser uma medida extremamente importante de prevenção, como alertou o endocrinologista Walter Minicucci. Se bem tratada, a diabetes geralmente não dá sintomas.

O consumo de alimentos integrais, por exemplo, é uma das medidas importantes para prevenir e diminuir a incidência da doença porque torna a alimentação saudável e diminui o risco da pessoa engordar, como explicou o endocrinologista Alfredo Halpern. Além disso, os integrais, como pães, cereais e arroz, têm antioxidantes e fibras.

Conheca Viva Zero

O mesmo vale para o trigo freekeh, uma fonte saudável e saborosa de fibra, proteína e carboidrato, que vem se popularizando na cozinha em cidades como Londres e Nova Iorque. Além de gostoso, o trigo freekeh tem muitas vantagens nutricionais: o grão tem mais fibras do que qualquer outro cereal, inclusive mais do que o arroz integral, e também é rico em Mulher pode ter mais dificuldades de controlar a diabetes do que o homem

Todas essas medidas saudáveis na alimentação são importantes na prevenção da diabetes já que ela pode ser desencadeada pelo excesso de peso.

Por isso, evitar grandes porções, comer de 3 em 3 horas e manter uma alimentação saudável e uma rotina de atividade física são hábitos que reduzem muito o risco da pessoa desenvolver a doença. Em alguns casos, ela pode ter um quadro de pré-diabetes, mas nesse momento, ainda é possível reverter com mudanças no estilo de vida.