O café pode diminuir o risco de desenvolver Diabetes?

Através de estudo recente foi descoberto que beber café pode diminuir o risco de desenvolver a forma mais comum de diabetes.

De acordo com um estudo publicado no Annals of Internal Medicine, homens que tomaram aproximadamente 9 xícaras de  café com cafeína ao dia, comparados com homens que não tomam café, baixaram em até 50% o risco de diabetes tipo 2, e mulheres reduziram esse risco perto de 30%.

Todavia, especialistas afirmam que são necessárias mais pesquisas para saber se realmente é o café – ou algo mais a respeito de pessoas que bebem café – que os protege.

 “É uma evidência bastante forte que a ingestão regular de café protege contra diabetes”, disse o Dr. Frank Hu, da Faculdade de Saúde Pública de Harvard. “A questão é saber se devemos recomendar, como estratégia, o consumo de café. Não acredito que já podemos fazê-lo”.

A diabetes tipo 2, mais conhecida como diabetes de adulto, aparece mais em pessoas da meia idade. A doença está em elevação e está atingindo mais e mais os jovens americanos que estão cada vez mais gordos e menos ativos.

Pessoas com diabetes tipo 2 não fabricam insulina suficiente ou seus corpos não usam a insulina apropriadamente. Isso eleva os níveis de açúcar no sangue, os quais com o tempo podem causar cegueira, doença do coração, falha nos rins e danos aos nervos e pode levar à amputações.

Previamente, a cafeína foi tida como responsável pela redução da sensibilidade à insulina e pela elevação do açúcar no sangue – ambas notícias nada boas para o corpo. Mas os pesquisadores notam que o café comum ou descafeinado contém café reduz riscoque devem neutralizar os efeitos negativos e melhorar a reação à insulina.

Conheca Viva Zero

Houve um menor efeito entre os que beberam o café descafeinado: 25% de redução de risco para os homens e 15% para as mulheres. Não houve uma ligação de estatística significante entre diabetes e  o chá.

Os resultados estão de acordo com os estudos realizados em 2000 com 17.000 adultos alemães, que chegou à conclusão que pessoas que tomaram ao menos 7 xícaras de café ao dia tinham metade das chances de desenvolver diabetes tipo 2 do que pessoas que tomaram 2 xícaras ou menos.

O Dr. Nathaniel Clark, da Associação Americana de Diabetes, expressou sua preocupação com estas reportagens, pois as mesmas podem desviar a atenção pública em direção à uma cura rápida e ilusória e afastá-las de fatores comprovadamente eficazes na prevenção da diabetes: dieta, perda de peso e exercício.

 “Ninguém deve concluir que o café é um remédio mágico”, comentou o co-autor do estudo.

“É importante enfatizar que as mais importantes das prevenções são manter um peso saudável e se exercitar”, disse o Dr. JoAnn Manson, chefe de medicina preventiva do Hospital de Mulheres em Brigham.

Os Centros de Prevenção e Controle para Doença estima que 18 milhões de americanos, ou mais que 6% da população, têm diabetes. A diabetes tipo 2 corresponde entre 90 a 95% do total.

Apesar dos estudos serem interessantes, são necessárias mais pesquisas para confirmação desta descoberta. A Associação Americana de Diabetes afirma que indivíduos que realmente queiram reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, perda de peso moderada, uma dieta balanceada e um aumento na atividade física permanecem como métodos mais seguros e confiáveis para prevenir ou retardar o início desta doença.

 Fonte: CNN/Health – www.cnn.com