Terapias contra artrite reumatóide podem causar diabetes, alerta médica

A pesquisadora Sandra Carrillo Vázquez, reumatóloga espanhola, publicou nesta semana um estudo que está chamando a atenção dos pacientes e familiares de pessoas com artrite reumatóide.

Fonte: DiabeteNet
8/4/2014 – Diário DigitalTerapias contra artrite reumatóide podem causar diabetes, alerta médica

Segundo a pesquisadora, algumas das terapias utilizadas para tratar a condição podem aumentar os níveis de glicose no sangue, “detonando ou criando propensão para desenvolver o diabetes”.

A artrite reumatóide é uma doença associada à inflamação das articulações que, apesar de ser irreversível, conta com várias terapias para alívio dos sintomas.

Existem, por exemplo, medicamentos antiinflamatórios e analgésicos utilizados para controlar os sintomas da artrite que não são baseados em esteroides.

No entanto, alerta a pesquisadora, também são utilizados medicamentos esteróides que podem gerar a chamada diabetes esteroidea.

Conheca Viva Zero

Além disso, hormônios como a cortisona, se não forem adequadamente administrados ou administrados em doses muito elevadas, diz a médica, têm a capacidade de disparar os níveis de glicose no sangue.

Para evitar esse grave efeito colateral, a Dra. Vázquez recomenda que os pacientes com artrite reumatoide realizem um acompanhamento rigoroso dos níveis de glicose e consultem um reumatologista certificado.

Para pacientes adultos com artrite de moderada a grave, a reumatologista afirma que existem terapias orais à base de proteínas que podem ser utilizadas como monoterapia ou em combinação com outros medicamentos não-biológicos.

Um paciente com artrite reumatoide não tratada, ou inadequadamente tratada, tem uma expectativa de vida 10 anos inferior em relação a um paciente que faz um controle adequado da doença.

Por outro lado, a Dra. Vázquez alerta que o próprio diabetes, além da obesidade e do tabagismo, são fatores de risco para a artrite reumatoide.

O site Diabete.Com.Br avisa: As informações contidas neste site não se destinam ou implica a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Todo o conteúdo, incluindo texto, gráficos, imagens e informações, contidos ou disponíveis através deste site são apenas para fins informativos gerais. As opiniões expressas aqui são as opiniões de escritores, colaboradores e comentaristas, e não são necessariamente aqueles de Diabete. Com.Br. Nunca desconsidere o conselho médico profissional ou demorem a procurar tratamento médico por causa de algo que tenha lido ou acessado através deste site.