Coca-Cola defende segurança do aspartame em novo anúncio

A Coca-Cola começou a veicular na semana passada nos Estados Unidos seu primeiro anúncio defendendo a segurança de adoçantes artificiais, numa ação com a qual a companhia pretende deter a queda das vendas de seus refrigerantes diets.

Fonte: DiabeteNet
18/8/2013 – EconomiaCoca-Cola defende segurança do aspartame em novo anúncio

O anúncio impresso diz que bebidas diet podem ajudar as pessoas a controlar o peso e enfatiza as evidências científicas sobre a segurança do aspartame, também conhecido pelo nome NutraSweet.

A propaganda representa uma nova fase de uma campanha que a Coca-Cola Co. lançou em janeiro para rebater os críticos que culpam as bebidas adoçadas por aumentar as taxas de obesidade. A primeira onda de anúncios destacava o comprometimento da companhia em lutar contra a obesidade e mostrava as várias opções diet que oferece. Agora, a Coca-Cola tenta garantir às pessoas que as bebidas de baixa caloria não fazem mal à saúde.

“A Coca está tentando sair na frente e proativamente defender esses adoçantes sintéticos”, afirmou John Sicher, editor da Beverage Digest, que cobre a indústria de bebidas.

Conheca Viva Zero

O declínio de popularidade dos refrigerantes nos Estados Unidos é uma tendência antiga, devido a preocupações de que eles fazem as pessoas engordar. Mas, recentemente, as pessoas começaram a evitar também os refrigerantes diet, o que demonstra que o problema com o consumo vai além do simples ganho de peso.

Na verdade, nos Estados Unidos as vendas de refrigerantes diet estão mais acentuadas do que a dos regulares, segundo a Beverage Digest. No ano passado, por exemplo, o volume de vendas da Coca caiu 1%, enquanto o da Coca Diet caiu 3%. As vendas da Pepsi diminuíram 3,4%, e da Diet Pepsi, 6,2%.

A queda ocorreu apesar de a agência FDA (reguladora de alimentos e remédios no país) ter declarado que o aspartame pode ser usado com segurança para adoçar alimentos. A Sociedade Americana de Câncer também divulgou que a maioria dos estudos com humanos não encontraram ligações entre o uso de aspartame e o aumento de risco de câncer.

Em resposta às preocupações com os adoçantes artificiais, tanto a Coca-Cola quanto sua rival PespiCo estão trabalhando para desenvolver bebidas que usem adoçantes naturais de baixa caloria. No meio do ano, a Coca lançou uma versão adoçada com stevia na Argentina, um mercado menor, onde é possível avaliar o desempenho da bebida. Stevia vem de uma planta de mesmo nome.

No anúncio, no entanto, a Coca-Cola não diz diretamente que se trata de adoçantes artificiais, um sinal de que a companhia está cautelosa com a delicadeza do tópico. A peça mostra duas mulheres sob o slogan “Produtos de qualidade que sempre fazem você se sentir bem” e mais alguns parágrafos de texto. “Esses adoçantes de zero ou baixa caloria se mostraram seguros e uma alternativa de alta qualidade ao açúcar”, afirma o anúncio.

Caren Pasquale Seckler, vice-presidente de compromisso social da Coca-Cola, diz que o objetivo é acabar com a confusão que existe em relação a adoçantes diet. Ela diz que a companhia vai avaliar a resposta em Atlanta e Chicago antes de expandir a ação.